top of page

3 Perguntas: Kamila Happig - Alimentação como ferramenta de trasnformação


Arte desenvolvida pela LM

Conheça Kamila Feldenheimer: a visionária por trás do Happig Vegan, um oásis vegano situado em Bauru-SP. O que começou como um acaso na jornada culinária, se transformou em uma vibrante loja física e online que reflete sua paixão pela cozinha vegana.


Ao enfrentar limitações de espaço, Kamila teve uma ideia ousada: criar um espaço onde seus deliciosos hambúrgueres e outras iguarias veganas pudessem ser compartilhados com o mundo. Assim nasceu a Happig, abrindo suas portas físicas para dar vida a uma experiência que não se limita a Bauru, mas chega a todos os cantos do Brasil através de sua loja online.


A seleção de produtos da Happig é um testemunho da dedicação de Kamila em oferecer autenticidade e qualidade. Com destaque para seu famoso hambúrguer, ela também valoriza produtos locais e artesanais, estabelecendo uma conexão genuína entre os produtores e os consumidores.


Mas a Happig vai além de ser apenas uma loja. É uma expressão de resiliência e diversidade. Kamila, como parte da comunidade LGBT+, canaliza sua energia para criar algo excepcional em um cenário não convencional, transformando um hambúrguer em um símbolo de resistência.


Sua estratégia de marketing é tão autêntica quanto seus produtos. Ela compartilha não apenas os detalhes dos produtos, mas também as histórias por trás deles - quem os faz, como são feitos e por que importam. Por meio de anúncios nas plataformas digitais, Kamila busca estender sua mensagem a um público mais amplo, conscientizando sobre os benefícios dos produtos veganos.


Foto: Kamilla Feldenheimer

Como surgiu a ideia de abrir uma loja vegana, tanto online quanto física, em Bauru-SP, e qual foi o seu objetivo ao escolher esse nicho de mercado?

A loja foi um acidente que aconteceu no meio do nosso caminho. A gente estava muito limitada na cozinha do apê, nossa demanda de hambúrguer ja estava maior do que a cozinha pequena comportava. Viemos pra esse imóvel pq ele tem duas cozinhas, e no espaço da frente, onde é a loja, o plano era só comprar um freezer e vender hamburguer e demais comidinhas que fizéssemos, e meia dúzia de produtos veganos que gostamos e não tinha em Bauru. Aconteceu que ganhamos o projeto da loja, daí não teve como fugir, já tava nascendo a loja física da Happig.


Escolhi trabalhar com isso porque não como carnes há mais de 20 anos, e foi quando fiquei desempregada que comecei a fazer comidinhas veganas pra levantar uma grana, só que nunca mais parei.

Sempre gostei de provar coisas veganas diferentes, visitar eventos, feirinhas, conhecer pessoas que vivem de comida vegana também, saber das novidades... essa parte de escolher o que vender na Happig foi muito fácil. E a partir da loja física veio também a loja online. Se eu tenho tudo isso que viaja aqui, porque não atender o Brasil todo?

Foto: Kamila Feldenheimer

Quais são os principais produtos oferecidos em sua loja e como você acredita que produtos veganos podem contribuir para um impacto positivo na sociedade?

O grande destaque é o hambúrguer Happig. Desde 2014, eu faço e vendo hamburguer praticamente todo dia. Além do nosso hamburguer, também tem bastante coisa local e artesanal aqui, isso sempre foi minha prioridade, pq eu sei bem como é estar na posição de quem faz e nenhum lugar abrir as portas pra revender seus produtos.


Eu acho que o impacto que a gente causa na sociedade é composto por várias camadas. Somos pessoas LGBT+, fazendo hamburguer vegano, numa cidade como Bauru. O hambúrguer lá em 2014 era minha sobrevivência, hoje ele é uma forma de resistência. Em meio a tantas marcas e tantos produtos ultraprocessados, entregar algo artesanal, sem saborizante bizarro, feito à mão e ainda ter um preço abaixo de marcas gigantes é realmente revolucionário!

Foto: Kamila Feldenheimer,

Quais estratégias de marketing e conscientização você utiliza para destacar os benefícios dos produtos veganos e atrair um público diversificado para a sua loja?


Cuidar da Happig como um todo é fácil pra mim, pq eu sou o público da Happig. Por isso a parte de estratégia sempre foi muito natural, eu solto pras pessoas o que eu gostaria de ver.

Eu nunca falo de um produto sozinho, sem falar pelo menos como se come aquilo, o que ele tem de bom, quem é a pessoa que faz, qualquer fofoquinha ali junto é o segredo.


E claro, rodando sempre anúncios nas plataformas como instagram, google e facebook, pra gente também furar a bolha e chegar em pessoas que não fazem parte do nosso universo, mas podem fazer!


Kamila Feldenheimer personifica a paixão, a autenticidade e a inclusão no mundo da culinária vegana. Siga sua jornada inspiradora e explore os sabores incríveis da Happig.








Yorumlar


bottom of page