Relacionamento: Traduzindo o físico no digital

A revolução digital está transformando nossas vidas de maneira sistêmica. A tecnologia está inserida tanto no ambiente profissional quanto em nossos comportamentos e hábitos sociais, e não há dúvidas de que ela está influenciando nossas vidas. Seja facilitando os processos do dia a dia, mudando o jeito como nos comunicamos, aumentando o acesso à informação ou transformando nosso relacionamento em comunidade. Mas de que forma os comportamentos humanos na internet influenciam no modo de fazer negócio? Qual a melhor forma de usar as ferramentas digitais? E como inserir hábitos analógicos no mundo digital? Vem com a gente discorrer um pouco sobre este assunto! 🤓 A tecnologia revolucionou a maneira como vivemos e trabalhamos. Ela transferiu grande parte dos processos analógicos (o ‘mundo off-line’) para o digital, diluiu as barreiras físicas e permitiu que estivéssemos disponíveis online, tornando possível transformar qualquer dispositivo conectado à internet em ferramenta de relacionamento. Apesar de toda essa movimentação, podemos visualizar que o mundo digital é uma extensão da nossa vida off-line. Grande parte dos comportamentos que temos na vida real, reproduzimos na internet, e este é o grande desafio das marcas 🤯 Como utilizar as ferramentas da internet para se relacionar? Vivemos uma era da comunicação com uma sobrecarga de informações, de forma que ninguém mais consegue forçar um indivíduo a prestar atenção ao que não for relevante para ele. A atenção das pessoas se tornou o principal e a mais valiosa estratégia das empresas. Nesse contexto, uma das maneiras mais eficientes de chamar a atenção das pessoas é causar engajamento por meio de alinhamento de valores compartilhados, embutindo nos produtos e marcas. Por isso, podemos utilizar algumas ferramentas de comunicação para que o relacionamento entre marca e individuo aconteça. Por exemplo, a contação de histórias, que desponta como uma das principais ferramentas de comunicação, tornando-se uma das tendências mais utilizadas. 🗣📢 O Storytelling nada mais é que contar uma história envolvente para o público, para assim ele se reconhecer e se sentir pertencente a mensagem que você quer passar a ele. Essa estratégia faz todo o sentido na vida das marcas e das pessoas. O objetivo é desenvolver nos públicos uma experiência de entretenimento e consumo de conteúdos, permitindo a estes participar na criação de novo conteúdo de maneira coletiva. A história a ser contada deve cativar as pessoas, fazer com elas se reconheçam e se sintam parte dela. Para tal, é fundamental usar os mais variados meios de comunicação disponíveis - Facebook, Instagram, YouTube, Tik Tok e tantas outras -, de forma a levar a mensagem a todos, permitindo a interação e proporcionando uma experiência diferenciada, que permite experimentar de fato o relacionamento no mundo online. Como inserir hábitos do mundo físico nos meios digitais? Existem diversas maneiras para você trazer um pouco do que seu negócio da vida real para o mundo online. Por isso, separamos quatro formas para começar esta transição digital no seu negócio. 1. Cultura A cultura tem uma enorme influência no estilo de vida, percepções e preferências da sociedade. Dito isso, fica mais fácil compreender como esse fator é importante nos hábitos dos consumidores. Um exemplo prático: em países com estações mais bem definidas, culturalmente as pessoas se preparam antecipadamente para épocas com baixa oferta de alimentos. Então, antes da chegada do inverno, eles estocam alimentos que não são produzidos nesta estação. 🐜🐜🐜 Com sua marca a preocupação é a mesma! É preciso conhecer sua audiência ao ponto de conhecer todos os seus hábitos, preocupações, necessidades e representá-las em suas plataformas digitais. E assim produzir conteúdos que conversem com as histórias do seu público. 2. Converse com sua audiência Mas nem só de post vive o bom empreendedor! Além das informações oferecidas pelo seu negócio é necessário desenvolver estratégias de relacionamento com o consumidor. O relacionamento acontece através de uma boa escuta misturada com uma pitada de personalização, é necessário que se abra espaços para conversas entre a sua marca e seu público. Por isso, explore tudo o que é oferecido dentro das plataformas que você utiliza para conversar com sua audiência: No Instagram, por exemplo, usar ferramentas como caixinhas de perguntas, enquetes; No Facebook crie uma comunidade através de grupos para iniciar diálogos dentro deles; No YouTube utilizar comentários dos seus seguidores e fazer novos vídeos a partir dele, dando crédito para o autor da ideia. E por aí vai! 3. Investir na Personalidade da Marca A personalidade talvez seja uma das maiores influenciadoras para um bom relacionamento no mundo online e também é primordial no momento de se relacionar dentro dele. Por exemplo, por muitos anos vivi em um bairro universitário, neste bairro existia (e ainda existe) um mercado que é lembrado pela dona ser a simpatia em pessoa. Mesmo com tanto fluxo de jovens, ela sabe o nome das pessoas que consomem ali, perguntava sempre se o gatinho da república estava bem e ainda no fim da cada compra ela nos presenteava com um "mimo", geralmente era um doce que ficava no alcance do balcão. A grande sacada é, como podemos manter a personalidade desse mercadinho no mundo digital? Como fazer com que ele continue conhecido como tal e ainda manter suas características através das Redes Sociais? 🤔 O importante é manter a sua identidade da vida real no mundo digital. A personalidade gera o envolvimento do público, que gera conexão e que gera relacionamento! 4. Ter conteúdo para todos os tipos de pessoas existentes na sua audiência Seja criativo quando compartilhar uma informação com seu público, e saiba como ele gostaria que este conteúdo chegasse até ele! Se é um público jovem que gosta de memes, utilize memes em suas publicações. Se é um público acadêmico, utilize linguagens técnicas que eles já estão habituados. Mas uma dica importante é: compartilhe os mais variados assuntos do seu nicho. Na prática, podemos exemplificar assim: Responda perguntas simples sobre seu produto para as pessoas que chegaram recentemente até você; Diz como seu produto/serviço funciona para os que já te acompanham a mais tempo; Compartilhe temas e discussões para as pessoas que já usufruem do seu produto e serviço para você fazer a manutenção do relacionamento. Dessa forma você conversa com diversos tipos de público de forma estratégica e assertiva. No fim das contas: Se se relacionar no mundo off-line é desafiador e o mesmo acontece no mundo digital. Mesmo as circunstâncias sendo outra, devemos buscar sempre novas formas de se relacionar, e que faça mais sentido para sua necessidade e para sua história.

A revolução digital está transformando nossas vidas de maneira sistêmica. A tecnologia está inserida tanto no ambiente profissional...