Vem aí: Fórum para o Fim do Mundo

Evento digital gratuito reúne empresas, marcas e convidados especiais para debater sobre o papel do Design diante de um cenário apocalíptico O fim do mundo sempre é pessoal, muitas vezes social e só uma vez, literal. A verdade irrefutável de que tudo nasce para morrer navega entre culturas - e a ideia do apocalipse (ou fim do mundo) é onipresente na sociedade humana. Pegue tudo que for necessário e prepare-se junto com a LM&Co. para o Grande Final! VEM AÍ, 🗣️ O FÓRUM PARA O FIM DO MUNDO💥 Um encontro totalmente digital e gratuito, que debate sobre o papel do Design diante de um cenário apocalíptico, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis como salvação e claro, o percurso necessário a ser percorrido para uma transição sustentável! Setembro é o mês de aniversário da Agenda 2030. Em 2021, o ano da Economia Criativa, os #ODS completam 6 anos de existência e anualmente, a LM tem o prazer de ser anfitriã nesta festa que enaltece o #ACT4SDGs, evento global de advocacy em prol da sustentabilidade. Em 2021, o ano da Economia Criativa, os ODS completam 6 anos de existência. Assim, a ONU nos convida a tomar ação através de eventos de impacto. Nossa ação de 2021 é o Fórum para o Fim do Mundo, uma sessão de painéis online abordando tópicos específicos da relação entre o design e a sustentabilidade. Veja no site oficial da ONU e inscreva-se clicando aqui! Programação: DIA 1 (SEGUNDA, 20/9, 19:30-21:30) ABERTURA A estimativa de infectados e mortos concorre diretamente com o impacto sobre os sistemas de saúde, com a exposição de populações e grupos vulneráveis, a sustentação econômica do sistema financeiro e da população, a saúde mental das pessoas em tempos de confinamento e temor pelo risco de adoecimento, morte, e falta de acesso a bens essenciais como alimentação, medicamentos, transporte, entre outros. Além disso, a necessidade de ações para contenção da mobilidade social como isolamento e quarentena, bem como a velocidade e urgência de testagem de medicamentos e vacinas evidenciam implicações éticas e de direitos humanos que merecem análise crítica e profunda. Partindo da perspectiva de que as enfermidades são fenômenos a um só tempo biológicos e sociais, construídos historicamente mediante complexos processos de negociação, disputas e produção de consensos, o objetivo do debate de hoje envolve compreender e responder parcialmente como podemos viver ao "novo normal" e aos desafios colocados pela pandemia. Convidados: GT 2030 - Representação dos ODS no Brasil Raquel Cabral (UNESP) Juarez Xavier (UNESP) Josué Kenji (RI) AIESEC no Brasil Carina Giunco - Instituto Selo Social Juma/Nima - Núcleo de direito e meio ambiente da PUC Rio Dia 2. (TERÇA-FEIRA 21/9, 19:30-21:30) ONGs e Projetos Com o aumento do desemprego e da precariedade do trabalho, estamos cada vez mais expostos à pobreza, à exclusão social e engrossando cada vez mais a categoria dos “novos pobres”. A generalização da precariedade e da pobreza, a complexidade da estrutura de classes como mecanismo fomentador das desigualdades e as transformações profundas no mundo do trabalho convocam o debate sustentável, pautando novas perguntas para se pensar uma realidade social em transformação altamente acelerada. Na mesa: Família Acolhedora - Andréa CREN - Sônia UNESP Mônica - LDV Biblioteca Falada - Acessibilidade Gerando Falcões - Redução das Desigualdades Dia 3. (QUARTA-FEIRA 22/9, 19:30-21:30) Moda e Vestuário Praticar a sustentabilidade é um desafio para o ramo da moda, visto que este é um setor que visa a produção e o consumo desenfreado - mas algumas marcas já estão voltadas especificamente para a criação de um modelo de negócio sustentável. É o caso dos convidados da mesa, diretores e criadores de marcas baseadas na preservação do meio ambiente em todas as suas etapas de produção. Os convidados da mesa vão abordar as várias maneiras pelas quais a moda pode ser sustentável, levando em conta os aspectos sociais, econômicos e ambientais. Na mesa: Mescana Eco Ani Loli Triamar Das Haus (Felipe Fanaia) Amanda Momente Dia 4. (QUINTA-FEIRA 22/9, 19:30-21:30) Desenvolvimento de produtos sustentáveis A gradual substituição de sistemas de produtos para sistemas de serviços se torna uma realidade que insere conceitos de decrescimento na sociedade de consumo. A visão cosmológica do projeto de design, que objetiva a harmonia entre o homem e a natureza, em distintos níveis de organização, tornando a sustentabilidade como pauta irrevogável do design contemporâneo. Bem Bolado - Selo Eu Reciclo Ambev - Voa Chameleon Sun Amadeirada Tati - Flow Sustentável Luiz Grilo (Residuall)

Evento digital gratuito reúne empresas, marcas e convidados especiais para debater sobre o papel do Design diante de um cenário...