top of page

O maior evento da cultura! Confira tudo o que rolou no MIC BR 2023

Entre 08/11 e 14/11/2023, Belém recebeu o Mercado das Industrias Criativas da América Latina em edição promovida pelo governo brasileiro


Capa da publicação
Capa: LM&Companhia utilizando a identidade do MICBR

São Paulo, 14/11/2023

O Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MICBR) foi um mega evento de negócios da cultura e parte central da política pública do Ministério da Cultura (MinC) voltada à promoção dos mercados criativos. Seu objetivo era fomentar e impulsionar o crescimento dos setores criativos, facilitar a circulação de bens e serviços culturais, estimular a internacionalização da produção cultural nacional e promover a profissionalização dos agentes culturais brasileiros. Além disso, o Mercado reuniu centenas de empresas e milhares de criadores e empreendedores dos setores culturais e criativos do Brasil, além de convidados internacionais.


O público-alvo da política pública foram pequenos e médios agentes culturais dos setores da economia criativa, que participaram de atividades de negócio, a saber: as rodadas de negócio (coração do evento), apresentações para venda de ideia, projeto ou negócio (pitchings), apresentações artísticas curtas com fins comerciais (showcases) e atividades formação de redes de contatos (networking). Também foram realizadas atividades formativas como mentorias, oficinas, palestras magnas (key-notes), mesas redondas e painéis. Por fim, o evento contou ainda com uma programação artística capaz de demonstrar o potencial do produto cultural brasileiro.


Indiretamente, a ação também buscou alcançar um público mais amplo: pessoas interessadas na temática de cultura, economia criativa, empreendedorismo, novos modelos de negócios, profissionalização das cadeias produtivas, oportunidades de visibilização e comercialização de bens e serviços culturais no mercado internacional, entre outros temas de relevância no cenário atual da economia criativa.


A organização de mercados públicos de economia criativa tornou-se uma característica da América do Sul, que viu nascer na última década quatro mercados nacionais - Argentina, Brasil, Chile e Uruguai. E o Mercado das Indústrias Culturais do Sul (MICSUL), com caráter regional. Todos com o objetivo de fomentar e impulsionar o crescimento dos setores criativos e facilitar a circulação de seus bens e serviços culturais.


Como a LM&Companhia participou do evento?


1 - Rodadas de Negócios

Selecionada entre centenas de candidados pela área do design, a LM&Companhia recebeu fomento para participar do evento para o encontro com compradores de design e impacto social da América Latina, especialmente da Argentina, Chile e México, além dos compradores brasileiros. Ao todo foram 16 rodadas de negócios com instituições como a TUUX (MX), Iberoamerica Design (LATAM), Museu do Amanhã, MASP e mais.

2 - Mentorias

Além das rodadas de negócios, uma oportunidade única se apresentou com mentorias de especialistas de diversos setores, como Julius Wiedemann, designer editor dos livros da Taschen, e Renato Saraiva, empreendedor cultural soteropolitano.


3 - Reuniões Setoriais

As reuniões setoriais foram encontros delimitados para discussão de áreas técnicas de modo mais profundo. A LM&Co, além da participação nas reuniões do design, contribuiu com as áreas de Museu e Patrimônio e Bibliotecas e Contação de Histórias.


4 - Encontros paralelos

Além das atividades da programação, os participantes do evento, assim como a LM, estavam extremamente ativos na construção de redes e conexões, entre os cafés, intervalos e refeições. Ao todo foram 60 horas dedicadas ao evento estabelecendo relações com parceiros de toda a América Latina. Um desses encontros foi com o MICA - Mercado da Industria Criativa da Argentina, convidados de honra do evento.


5 - Atividades extras

As visitas turísticas em Belém, como na 1ª Bienal das Amazônias, rodas de carimbó e celebrações do próprio MIC permitiu conhecer a Fafá de Belém e Margareth Menezes, que puxaram o espírito do evento. Além disso o contato com diversas instituições, museus e produtores se deu por meio das atividades extras.


Confira as imagens do evento!



O MICBR foi uma realização do MinC e OEI e contou com o patrocínio master da Vale e do Instituto Cultural Vale. Também apoiaram a iniciativa o Sebrae, o YouTube, a Caixa Econômica Federal (CEF) e o Banco da Amazônia (BASA). A programação das palestras e oficinas foi apresentada pela Vale e Instituto Cultural Vale, com apoio do British Council. A Apex-Brasil foi parceira nas rodadas de negócios e atividades de formação de redes.


O Mercado das Indústrias Criativas foi realizado, ainda, com apoio do Governo do Estado do Pará, por meio das Secretarias de Cultura e Turismo, e pela Prefeitura de Belém, por meio da Fundação Cultural de Belém e da Companhia de Desenvolvimento da Região Metropolitana.

टिप्पणियां


bottom of page