top of page

Proximidade Habitável - Ézio Manzini na Jornada pela Cidade que Cuida

Proximidade Habitável aplicada em post da LM
Proximidade Habitável aplicada em post da LM

No coração das cidades contemporâneas, uma revolução silenciosa está ocorrendo. É uma mudança que transcende a paisagem urbana, mergulhando profundamente na essência da vida comunitária e na relação entre os habitantes e seus ambientes. Este movimento é encapsulado no livro "Proximidade Habitável", uma obra que nos convida a repensar o futuro das nossas cidades sob uma nova ótica: a da proximidade.


Escrito pelo renomado acadêmico italiano Ézio Manzini e traduzido pelo brilhante Gabriel Patrocínio, este livro é uma jornada inspiradora rumo a uma visão de cidade onde tudo o que precisamos está a poucos minutos de onde vivemos. Mas mais do que isso, é uma cidade onde a proximidade funcional se entrelaça harmoniosamente com a proximidade relacional, criando um ambiente propício para conexões humanas profundas, cuidado mútuo e colaboração para objetivos comuns.


A introdução nos transporta para este mundo de possibilidades, onde Manzini revive a ideia da cidade de proximidade, destacando sua importância não apenas como uma questão de conveniência, mas como um catalisador para uma mudança cultural e política profunda. O livro nos conduz por uma exploração multifacetada deste conceito, dividindo-se em quatro capítulos principais.


No primeiro capítulo, "Trajetórias de Proximidade", mergulhamos nas diversas interpretações do conceito de proximidade e sua evolução ao longo do tempo. Em seguida, o capítulo "A Cidade e sua Evolução" nos apresenta três cenários: a cidade das distâncias, a cidade do "tudo em casa" e a cidade da proximidade, oferecendo uma análise perspicaz das formas de proximidade presentes nas cidades contemporâneas.


O terceiro capítulo, "Cidades, Proximidade e Cuidado", nos convida a refletir sobre a relação intrínseca entre as cidades, a proximidade e o cuidado. Manzini argumenta que a cidade contemporânea, muitas vezes caracterizada pela falta de cuidado, pode ser transformada em uma cidade de proximidade onde o cuidado é uma parte integrante da vida urbana.


Finalmente, no capítulo "Projetando para Aproximar", o livro mergulha no cerne da proposta, explorando estratégias de design para criar comunidades baseadas na proximidade e no cuidado. Ao analisar casos específicos, Manzini nos oferece insights valiosos sobre como podemos redesenhar nossas cidades para promover uma vida mais conectada e sustentável.

Além desses capítulos cativantes, o ensaio de Ivana Pais sobre "Cidades de Proximidade e Plataformas Digitais" adiciona uma camada extra de profundidade ao debate, explorando o papel das plataformas digitais na construção de cidades de proximidade no mundo digitalizado de hoje.


Em suma, "Proximidade Habitável" é um manifesto para uma nova era urbana, onde a proximidade, o cuidado e a colaboração são os pilares fundamentais da vida urbana. É uma leitura essencial para todos os interessados no futuro das nossas cidades e no potencial transformador do design urbano para criar comunidades mais humanas, conectadas e sustentáveis.

Comments


bottom of page