top of page

Saiba tudo como foi o Fórum Planeta 2030!


A LM expressa sua profunda gratidão a todos os participantes do Fórum 2030! Neste evento, nossa esperança é que as discussões inspiradoras se transformem em ações concretas em prol dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), com destaque especial para o ODS 2 relacionado à Alimentação como meio de regeneração humana e planetária.

Nesse evento pudemos aprender como a relação entre a alimentação e a regeneração, tanto humana quanto planetária, é um tema de extrema importância na busca por um futuro sustentável, além de reconhecer a importância dos sistemas alimentares sustentáveis não apenas para erradicar a fome, mas também para curar nosso planeta.


Ouvimos sobre escolhas alimentares conscientes, agricultura sustentável e redução do desperdício de alimentos são passos essenciais para um futuro em que tanto a humanidade quanto o planeta prosperem em harmonia, baseados na fartura e riqueza ambientais e no reconhecimento do corpo e das relações sociais como ecossistemas locais tema apresentado pela Dra. Ana Branco com a sua visão holística sobre a relação do homem com a natureza e o processo de desnaturação do homem em relação aos outro animais, enfatizando sobre os esforços da indústria para nos afastarmos da natureza cada vez mais.

Com a Profa Ana Margarida Coordenadora do Projeto Cultivaeco, apoio PROEC/UNESP Coordenadora do Projeto “Quintais Produtivos da Agricultura Familiar e Protagonismo Feminino no Assentamento Terra Rica” com apoio da Coordenadoria de Ações Afirmativas, Diversidade e Equidade (CAADI/ UNESP), aprendemos sobre o olhar generoso da partilha do homem e sua comunhão com a terra e a comunidade e sobre a luta contra o mecanicismo e as caixinhas impostas pela sociedade, trazendo ao nosso olhar as trocas orgânicas e a união que o alimento pode proporcionar ao coletivo e as trocas enriquecedoras com os agricultores.


Também ouvimos a Ana Flávia Badue, gestora de projetos pelo Instituto Kairos, que há 23 anos atua com a cadeia da produção, comercialização logística e consumo responsáveis, tivemos o prazer de ouvir sobre o projeto de cultivo intensivo do Instituto Kairós para enriquecer o cardápio das escolas com a abundância alimentar das Pancs (Plantas alimentícias não convencionais) com seu alto valor nutricional e o resgate da cultura através da alimentação tradicional.

Com a Dra. Maria Paula, Pediatra Nutróloga, Vice-coordenadora do grupo de pesquisa Nutrição e Pobreza do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo/USP, entendemos sobre a fome de beleza, justiça e verdade que a nossa sociedade carece e a construção de pontes oferecidas pela educação que possui um papel fundamental sobre o desenvolvimento humano, englobando também a relação do homem com a natureza e consequentemente com a alimentação.

Por último, Adolfo Mendonça que nos trouxe sua experiência como Nutricionista no Centro de Recuperação e Educação Nutricional – CREN, uma OSC, que desempenha um papel vital no combate aos distúrbios nutricionais, pudemos ver de forma clara como a educação e e a a relação que as crianças mantém com o alimento desde s primeira infância são fundamentais para desenvolverem uma boa alimentação, que já é possível ver em prática por meio do CREN + Orgânico, projeto que possui o objetivo de oferecer educação alimentar e abastecimento escolar como ferramenta de transformação e saúde planetária.


O evento nos deixou muito claro que a cura passa pelo processo de consciência de cada individuo sobre sua relação consigo e com o meio, assim como a capacidade e mais importante, a opção de fazer essas escolhas conscientes.

Acreditamos firmemente que o trabalho de pessoas como os participantes deste Fórum, que têm se empenhado em capacitar outros na busca de um futuro mais sustentável, continuará a causar impacto à medida que nos aproximamos da data-limite de 2030.

Foi uma verdadeira honra ouvir e aprender com aqueles que trilharam o caminho da regeneração por meio da alimentação e da saúde. Eles personificam um espírito coletivo que encontra na alimentação não apenas nutrição, mas também cura.


Conscientes de que ainda temos um longo percurso à nossa frente, comprometemo-nos a continuar avançando, inspirados pela compreensão de que a alimentação desempenha um papel fundamental na regeneração não apenas de nós mesmos, mas também do nosso amado planeta.

Comments


bottom of page