top of page

Jenifer Botossi: Impactos da economia cultural e criativa

“Quando pensamos no que conseguimos tocar nas pessoas ou deixar de legado e reflexão naquele público, conseguimos também atrelar a produção cultural aos ODS”, afirma entrevistada

Jenifer Botossi, mestra em desenvolvimento regional e consultora de economia criativa


A ideia de unir economia com a criatividade se enquadra na busca por novas formas de desenvolvimento que ultrapassem a visão exclusiva de crescimento econômico, colocando ênfase em questões sociais, institucionais e sustentáveis. Dessa forma, os projetos são fundamentados na propriedade intelectual e em aspectos criativos.


“Os princípios da economia criativa são inovação, criatividade, colaboração, cocriação e diversidade”, enfatiza Jenifer Botossi, consultora de economia criativa e mestra em desenvolvimento regional. Assim, utilizar estes ideais para produzir novas maneiras de oferecer serviços e produtos, novos modelos de negócios e alcançar mercados podem impactar significativamente a sociedade.


No caso da produção cultural, conceito que se remete à uma série de atividades necessárias para que qualquer obra artística seja finalizada, então abrange desde a elaboração do projeto, até a captação e gestão dos recursos envolvidos, a reflexão sobre como aumentar os impactos para além dos pilares artísticos e culturais se apresenta como aspecto fundamental para os profissionais do meio, principalmente quando focalizado nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. “Quando pensamos no que conseguimos tocar nas pessoas ou deixar de legado e reflexão naquele público, aí sim conseguimos atrelar a produção cultural aos ODS”, diz a entrevistada.


Porém, Jenifer também ressalta a necessidade da propagação e entendimento dos ODS: “Muito dos projetos culturais já fazem ações que se conectam com os ODS mas, muitas vezes, os produtores não tem essa informação, do que são e de como eles podem conectar isso aos seus projetos e ampliar os impactos, incorporando-os nas suas produções artísticas”.


Assim, a economia criativa com a incorporação da sustentabilidade, quando remetidos às produções culturais, são responsáveis por trazer benefícios a todos os indivíduos presentes na comunidade. “Quando olhamos para esses príncipios, conseguimos observar que eles se relacionam diretamente (...) e melhoram a qualidade de vida das pessoas”, encerra Jenifer.


Comments


bottom of page